G - L

GAVIÃO-REAL - HARPIA HARPYJA (LINNAEUS, 1758):

Presente na Lista Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção no Estado de Santa Catarina, o Gavião-real pode ser encontrado em alguns trechos de Mata Atlântica e principalmente na região amazônica. Alimenta-se de animais de pequeno até grande porte e é considerada a maior ave de rapina brasileira com as fêmeas podendo chegar a 9 kg.

Imagem: Harpia Harpyja juvenil. Foto: Allan Hopkins.

WhatsApp Image 2020-09-07 at 18.16.59 (1

DIVERSIDADE:

“[...]consiste na variedade de ambientes geológicos, fenômenos e processos ativos que dão origem a paisagens, rochas, minerais, fósseis, solos e outros depósitos superficiais que são o suporte para a vida na Terra.” (BRILHA, 2005)

Imagem: Mosaico com componentes da geodiversidade. Os costões rochosos servindo como suporte para a nidificação de aves na Ilha Moleques do Sul. Rochas com inscrições rupestres na Ilha do Coral também se encaixam na conceituação. Assim como uma cachoeira e sua beleza cênica. Fotos: Zé Paiva.

WhatsApp Image 2020-09-07 at 18.17.58 (1

GNAISSE:

é uma rocha metamórfica de grau médio originada do granito. É caracterizada pela disposição de minerais que formam camadas claras e escuras na rocha.

Imagem: Organização de minerais em rocha Gnaisse. Foto: Nuno Correia

se.png

GRALHA-AZUL - CYANOCORAX CAERULEUS (VIEILLOT, 1818):

ave símbolo da Mata Atlântica, a gralha-azul é personagem do folclore paranaense como o protetor e guardião da Mata de Araucárias, apesar de ser mais comum na Mata Atlântica da planície litorânea. Seu nome científico no latim pode ser traduzido como “Corvo azul intenso” ou “corvo azul celeste” devido a sua coloração, possui o hábito de esconder sementes de pinheiro para guardar comida e assim, esquecendo-se de alguns, faz a dispersão e permite a germinação da araucária.

Imagem: Gralha-azul. Foto: Juliana Rodrigues, 2012.

se.png

GRANITO:

é uma rocha que se origina do magma. Devido a seu lento resfriamento no interior da crosta terrestre, os minerais que a compõe (quartzo, feldspato e mica) tiveram tempo de se organizar e ficar próximos de seus semelhantes. É possível visualizar essa aglutinação a olho nu.

Imagem: Bloco de Granito aflorado próximo ao mar. Foto: Gustavo Martín Fernández Franco.

se.png

GRAXAIM - CERDOCYON THOUS (LINNAEUS, 1766):

avistado em praticamente todo o Brasil, este pequeno canídeo mede cerca de 66 cm de comprimento, possui uma pelagem cinza ou marrom. Acostumado com a vida noturna, o graxaim possui uma dieta onívora e vive sozinho ou em pequenos grupos com até 5 indivíduos.

Imagem: Graxains presentes no PAEST. Foto: Zé Paiva.

WhatsApp Image 2020-06-08 at 12.16.08 (1

ILHAS:

são constituídas por massas de terra emersas cercadas por água, podendo esta ser doce ou salgada. Presentes no PAEST estão: a ilha do Siriú, dos Cardos, do Largo, do Andrade e do Coral, e os arquipélagos das Três Irmãs e Moleques do Sul.

Imagem: Vista aérea do arquipélago das Três Irmãs. Foto: Zé Paiva

DSCF5864.jpg

LEQUES ALUVIAIS:

Depósito em forma de leque que se espraia declive abaixo e ocorre em áreas de contato de dois tipos de relevos distintos, marcados por forte ruptura de declive. (Manual técnico de geomorfologia do IBGE )

Representação gráfica de um leque aluvial. Fonte: https://sites.google.com/site/supercoolgeology/fluvial/Alluvial-Fan

se.png